A maior parte da população infantil necessita de 7 a 10 horas de sono por dia, para manter uma rotina saudável. Entretanto, algumas crianças sofrem de distúrbios do sono, o que as impede de dormir a quantidade de horas adequada.  “Meu filho não dorme!” é uma queixa comum em nosso consultório. Assim,, neste artigo, vamos abordar algumas dicas para melhorar a noite das crianças.

Os distúrbios do sono são alterações do cérebro que interrompem os padrões do sono e comprometem a rotina da criança: a falta de sono pode interferir em seu desempenho escolar, assim como em suas relações sociais.

Meu Filho não Dorme!

Não se desespere: conheça os sinais mais comuns de problemas do sono que afetam crianças e maneiras de tratar e melhorar a noite de sono do seu filho.

Sinais de Problemas do Sono em Crianças

As crianças que sofrem de problemas do sono apresentam sinais durante sua rotina noturna, facilmente reconhecidos pelos pais.

Os principais sinais são: ronco, pausas na respiração durante o sono, dificuldade em dormir e em permanecer no sono a noite toda, aparição de pesadelos e sonambulismo.

Naturalmente, os distúrbios do sono trazem consequências para a rotina diurna da criança, como dificuldade em permanecer acordada durante o dia, redução no desempenho acadêmico e físico e interferência na vida social.

Causas de Distúrbios do Sono

Se você não conhece a origem dos distúrbios do sono de seu filho, conheça as causas comuns da falta de sono em crianças:

  • Fatores hereditários;
  • Maus hábitos alimentares;
  • Fatores ambientais (como uso de aparelhos eletrônicos na hora de dormir);
  • Restrição da entrada do ar através das vias aéreas durante o sono;
  • Doenças psicológicas e orgânicas.

Diagnóstico de Distúrbios do Sono

Se seu filho apresenta alguns dos sinais de que sofre de distúrbios do sono, é importante marcar uma consulta com o neuropediatra de sua confiança, que será capaz de diagnosticar o distúrbio, avaliando os sintomas da criança e examinando-a.

Possivelmente, o neuropediatra solicitará um diário referente aos hábitos de sono da criança. Em alguns casos, é necessária a realização da polissonografia – estudo do sono que determina a qualidade do sono da criança através de medições de seu corpo.

Tratamentos de Distúrbios do Sono

Após diagnosticar o distúrbio do sono específico de seu filho, o neuropediatra indicará o tratamento adequado. A maior parte dos distúrbios são tratáveis, e a indicação do tratamento varia de acordo com cada caso.

Os tratamentos mais comuns são: mudanças nos hábitos de dormir, programação de exercícios para o começo do dia e, em alguns casos, utilização de medicamentos ou procedimentos cirúrgicos.

Meu Filho não Dorme – Como Melhorar a Noite do Seu Filho

Algumas medidas podem ser tomadas, pelos pais, para melhoria da noite de sono de seus filhos. A primeira delas é determinar uma rotina de sono e um horário regular para ir para a cama, e nunca desrespeitar ou variar este horário por mais de uma hora e meia (nem mesmo nos fins de semana).

Antes de seu filho dormir, hábitos relaxantes como dar banho ou contar uma história a ele podem melhorar sua noite de sono. Mantenha um ambiente confortável para a criança dormir: escuro, com temperatura confortável e ruídos baixos.

Pelo menos seis horas antes de deitar, não deixe seu filho ingerir alimentos ou bebidas com cafeína. Evite que ele realize brincadeiras agitadas, como corrida, e também refeições “pesadas” perto da hora de dormir.

Não deixe aparelhos eletrônicos como televisão, computador, celular, videogame ou rádio ligados enquanto a criança está indo para a cama: desligue-os ao menos uma hora antes.

Quando seu filho parecer sonolento, mas ainda acordado, coloque-o em sua própria cama: evite deitar na mesma cama que ele para fazê-lo adormecer ou permitir que ele durma em seus braços.

Neurologista Infantil SP - Compartilhe!