Quando pensamos na nossa infância, a primeira coisa que nos vem à mente é a criatividade. A capacidade de inventar grandes histórias com enredos, personagens e objetos incomuns, ou mesmo de pensar de maneira diferente, encontrando soluções inusitadas para várias situações, é constantemente associada aos pequenos.

Estimulação da Criatividade Infantil

As crianças possuem uma capacidade de imaginação infinita. Fazer cabanas com lençóis, transformar a vassoura em um cavalo e caixas de papelão em foguetes ou castelos são algumas das muitas ocasiões onde elas demonstram a criatividade que têm.

A criatividade pode favorecer o desenvolvimento cognitivo da criança, potencializando sua capacidade analítica e de resolver determinados problemas.

Embora os filhos geralmente tenham facilidade em demonstrar o seu lado criativo, os pais devem estimular estes comportamentos. O interesse e incentivo dos pais proporcionam à criança a sensação de que suas ações são importantes para a família.

Processos que Desenvolvem a Criatividade Infantil

Ao longo dos anos, as crianças começam a descobrir suas capacidades motoras, vocais e intelectuais. Pensar, sonhar, escrever, criar, desenhar, pintar e brincar podem desenvolver a criatividade de uma criança.

A partir do momento em que ela julga que seu cavalo é rosa e passa isto para uma pintura, por exemplo, ela estará desenvolvendo sua habilidades criativas. Porém, nessas ocasiões, muitos pais tentam corrigir a criança, alegando que cavalos tem que ser marrons, negando a existência de cavalos rosas e prejudicando, assim, seu processo de criação autônomo.

Também é comum que a criança desenhe mãos com três dedos ou cabeças gigantes para um corpo minúsculo, mas essa é a sua maneira de criar e recriar pessoas e objetos, visto que ela ainda está em processo de aprendizado. O aperfeiçoamento de seus desenhos virá naturalmente com o tempo; se corrigirmos a criança constantemente, ela poderá se frustrar e sentir que está fazendo algo ruim.

Estimulação da Criatividade Infantil – Dicas

Algumas crianças são extremamente criativas e não precisam de estímulos, pois estão constantemente pensando e idealizando diferentes formas de realizar suas tarefas ou brincadeiras; outras, nem tanto. Por isso, existem algumas dicas para que os pais estimulem ao máximo a criatividade de seus filhos, por mais que a criança seja tímida ou retraída:  

  • Crie um ambiente propício, que desperte o lado criativo da criança;
  • Jogos de montar são ótimos para aflorar a criatividade, pois permitem a criação de novas formas a cada brincadeira;
  • Deixe ao alcance do seu filho objetos diferentes que possam ser utilizados nas brincadeiras;
  • Na hora de dormir, leia uma história somente até a metade, e peça para que o seu filho continue. Essa brincadeira pode render boas risadas;
  • Ofereça papel, lápis, giz de cera e tinta e deixe os pequenos se divertirem;
  • Que tal montar uma refeição diferente? Chame o seu filho para ajudar a criar novos pratos. Além da criatividade, você estimula a alimentação saudável;
  • Jogos eletrônicos também ajudam a despertar o lado criativo da criança, mas a atividade deve ser monitorada e realizada somente em horários estipulados pelos pais;
  • Faça o “jogo do porquê”, e peça para a criança responder suas próprias perguntas. É uma forma simples de despertar seu raciocínio;
  • Deixe os pequenos ouvirem música e incentive para que eles criem suas próprias canções;
  • Sempre que seu filho fizer algo criativo, elogie. Assim, ele se sentirá motivado para ser criativo sempre.

Artigo publicado em: 06/10/2017.

Artigo atualizado em: 22/08/2018.

Por: Dra. Paula Girotto

Neurologista Infantil SP - Compartilhe!