O transtorno do déficit de atenção e hiperatividade – TDAH na criança é uma condição médica com sintomas de diminuição do poder de atenção, hiperatividade e impulsividade. Frequentemente diagnosticados nas crianças, estes sintomas afetam a criança em sua cognição, vida escolar, comportamento e interações sociais, podendo acompanhá-la até à vida adulta.

O TDAH na Criança

TDAH – Causas

As causas do TDAH ainda não estão completamente esclarecidas. Entre a comunidade médica, muitos especialistas afirmam que seja um distúrbio do neurodesenvolvimento, enquanto outros acreditam que esteja relacionado a um desequilíbrio na química cerebral.

Fatores como a ingestão excessiva de aditivos alimentares e açúcar, tabagismo e deficiência de alguns minerais durante o período de gestação também podem favorecer o desenvolvimento do transtorno na criança, mesmo que não sejam considerados fatores diagnósticos para o TDAH.

TDAH – Sintomas

Há três categorias de sintomas relacionados ao TDAH: hiperatividade, impulsividade e desatenção, sendo que a criança com TDAH pode apresentar um ou mais destes. Na maioria dos casos, a criança possui dificuldade para controlar suas emoções, seu comportamento e mesmo antecipar as consequências destes comportamentos.

  •         Hiperatividade

O comportamento hiperativo pode ser considerado quando a criança sente necessidade constante de conversar e movimentar-se. Dificuldade em permanecer sentado, mesmo quando necessário, ou brincar em silêncio e a busca constante por “algo para fazer” também são sinais que podemos perceber na criança hiperativa.

  •         Impulsividade

Na maioria das vezes, podemos identificar o comportamento impulsivo juntamente com a hiperatividade na criança mais nova, em forma de dificuldade para aguardar; tendência a responder a perguntas rapidamente, sem pensar; comportamento perturbador ou interrupções.

  •         Desatenção

A desatenção pode ser identificada de várias formas. Entre elas, podemos destacar a facilidade para esquecer ou perder as coisas, ser muito distraído, desorganizado, apresentar baixo rendimento na escola, assim como pouca concentração.

Pode ser mais fácil identificar estes problemas a partir do momento em que a criança começa a frequentar a escola, já que a partir de então haverá maior necessidade de prestar atenção e ficar sentado por mais tempo, por exemplo.

Com base nestes sintomas, consideramos 3 subtipos de TDAH: o transtorno do déficit de atenção, em que predomina o sintoma de desatenção; o tipo predominantemente hyperativo-impulsivo e o tipo em que ambas as condições estão presentes.

TDAH – Diagnóstico

O diagnóstico do TDAH pode tornar-se mais complexo, já que muitos dos seus sintomas são geralmente encontrados em crianças de 4 a 6 anos, no entanto ocorrendo com uma frequência e/ou intensidade menor do que nas crianças com TDAH.

Isto pode trazer dificuldade aos pais para identificar se o seu filho realmente apresenta o transtorno. Por este motivo, a avaliação do médico Neuropediatra é fundamental para que o diagnóstico correto seja realizado, assim como a indicação do tratamento.

Critérios Diagnósticos

Os critérios para o diagnóstico do TDAH foram definidos pela Associação Americana de Psiquiatria. Dentre os mais importantes critérios diagnósticos, estão os seguintes:

  • Os sintomas devem estar presentes em mais de um local, por exemplo em casa e na escola;
  • Os sintomas devem persistir por, ao menos, 6 meses;
  • A criança deve apresentar os sintomas antes de completar 12 anos de idade;
  • Os sintomas devem impactar negativamente as funções acadêmicas, sociais ou mesmo ocupacionais;
  • Os sintomas são manifestados excessivamente, em comparação com as outras crianças da mesma idade;
  • Deve ser excluída a possibilidade de outros distúrbios mentais que também podem levar ao aparecimento destes sintomas.

Existem diversas condições médicas e psicológicas que possuem sintomas similares aos do TDAH. Assim, para confirmar o diagnóstico, é necessário realizar uma completa avaliação médica, assim como do desenvolvimento educacional e psicossocial da criança.

Se você identificou em seu filho sintomas como esses, procure o Neuropediatra de sua confiança, para uma correta avaliação.

Fonte: https://www.uptodate.com/contents/symptoms-and-diagnosis-of-attention-deficit-hyperactivity-disorder-in-children-beyond-the-basics

 

Neurologista Infantil SP - Compartilhe!