A enxaqueca não é apenas uma dor de cabeça comum, visto que está associada a outros sintomas, como alterações visuais e tonturas, dores e distúrbios abdominais, náuseas, vômito, torcicolo e alterações sensório-motoras, por exemplo.

No entanto, a maioria das pessoas não sabem que estes sintomas podem ocorrer durante a infância, sendo acompanhados ou não por dor de cabeça. Quando isso acontece, pode ser um sinal de alerta para um dos vários tipos de Síndromes Periódicas da Infância.  

Síndromes Periódicas da Infância  

As síndromes periódicas da infância convivem com as enxaquecas, sendo que na maioria dos casos há a presença de algum histórico familiar.

Tipos e classificações de Síndromes Periódicas da Infância

  • Vertigem Paroxística Benigna da Infância – É a principal causa de vertigens em crianças entre 2 e 6 anos de idade. Manifesta-se através de um ataque curto e repentino de desequilíbrio e vertigem, podendo durar apenas alguns segundos ou minutos. Os sintomas mais comuns são palidez, sudoreses, náuseas e desequilíbrio ao andar.
  • Torcicolo Paroxística Benigno da infância – É o episódio frequente de rotação e inclinação normal da cabeça, geralmente atingindo os primeiros meses de vida de uma criança e desaparecendo entre os 3 e 5 anos. Surge de forma repentina e pode durar horas ou dias.
  • Síndrome dos Vômitos Cíclicos – É o caso recorrente e intenso de vômitos sem causa aparente, que pode afetar crianças de 5 a 10 anos. Os episódios podem durar de 24 a 48 horas, várias vezes por hora. Sintomas como dor no abdômen, dores de cabeça, sensibilidade à luz, diarreia e tontura podem ser observados.  

Embora possa ser observado diferentes tipos de síndromes periódicas da infância, quase todas elas têm sintomas em comum, sendo que os mais citados são náuseas e vômitos.

Diagnóstico – Síndromes Periódicas da Infância

Diagnosticar as Síndromes Periódicas da infância pode ser uma tarefa complexa, por conta dos seus sintomas que podem estar ligados a outros problemas, como por exemplo, epilepsia, síndromes genéticas, erros inatos do metabolismo e até mesmo distúrbios do sono.  

Tratamento –  Síndromes Periódicas da Infância

Assim como é feito na enxaqueca tradicional, o melhor tratamento para as Síndromes Periódicas da Infância é a prevenção. Alguns dos desencadeadores das crises são:

  • Estresse;
  • Falta de sono;
  • Ingestão de chocolate;
  • Ingestão de queijos;
  • Ingestão de alimentos que contenham nitritos e glutamato monossódico.

Depois de diagnosticada por um médico especializado, a criança será orientada a tomar alguns medicamentos para prevenir as crises, bem como tratá-las. Porém, cada uma das síndromes pede um tipo de tratamento diferenciado, seja ele profilático ou para proporcionar o alívio das crises. Grande parte das crianças que enfrentam um dos tipos destas síndromes, tendem a desenvolver enxaqueca ao longo da vida adulta.

Neurologista Infantil SP - Compartilhe!