Cada criança apresenta um ritmo diferente de desenvolvimento, mas as comparações com outras crianças surgem naturalmente, assim como as preocupações dos pais em saber se está tudo certo com o filho.

Atitudes que fazem parte do desenvolvimento infantil, como engatinhar, andar, falar e aumentar o repertório, merecem total atenção dos pais e adultos que estão no ciclo de convívio da criança.

Estima-se que entre 10 e 15% das crianças com menos de 3 anos de idade apresentem atraso em alguma área de seu desenvolvimento, e em alguns casos a criança carrega estas dificuldades até o início do ensino fundamental.

Atraso no Desenvolvimento Infantil – Sinais de Alerta

Existem alguns fatores de risco que podem culminar em um atraso no desenvolvimento infantil, tais como:

  • Complicações durante o parto;
  • Prematuridade;
  • Condições genéticas ou síndromes que provocam distúrbios de comportamento, como a Síndrome de Down;
  • Dificuldades neuropsicomotoras e transtornos cognitivos;
  • Problemas de visão;
  • Dificuldades de audição.

O Desenvolvimento Infantil Mês a Mês

É preciso ter muita cautela para afirmar que a criança apresenta um atraso em seu desenvolvimento, uma vez que cada criança tem um ritmo particular de desenvolvimento que deve ser avaliado pelo especialista.

Apesar das individualidades, existe uma referência em relação ao desenvolvimento infantil de acordo com a faixa etária da criança:

12 a 15 meses

Entre os 12 e 15 meses de vida, a maioria dos bebês já está andando, alguns até já correm.

A coordenação motora fina está se apurando, e o bebê já consegue manusear o lápis e fazer alguns rabiscos; alguns já conseguem falar, outros não, mas a maioria já sabe se expressar através de gestos.

O bebê já é capaz de demonstrar sentimentos através de abraços, beijos e até mesmo birras, quando estão irritados ou contrariados.

15 a 18 meses

Entre os 15 e 18 meses de vida, todas as crianças já deram seus primeiros passos; já sabem correr, sentar e levantar sozinhas. Nesta fase, elas já conseguem falar algumas palavras, e algumas sabem construir frases pequenas e comer sozinhas.

A curiosidade é uma característica forte dessa faixa etária, e por isso é comum que elas abram e fechem portas e gavetas frequentemente.

18 a 24 meses

Entre os 18 e 24 meses, o desenvolvimento motor e o equilíbrio da criança já estão mais aguçados. A grande maioria já sabe falar e adora cantar e ouvir histórias. Gostam de desenhar, pintar, brincar com peças de encaixe e construir castelos.

Atraso no Desenvolvimento Infantil – Buscando Ajuda Médica

É importante ressaltar a importância do acompanhamento regular com o neuropediatra, para que os pais se certifiquem de que o desenvolvimento da criança evolui conforme o esperado.

Diante dos sinais de alerta citados referentes ao atraso no desenvolvimento infantil, marque uma consulta com o neuropediatra de sua confiança. Quanto antes o atraso for diagnosticado e as intervenções terapêuticas forem iniciadas, melhor será o prognóstico e menores serão os impactos no desenvolvimento futuro da criança.

O tratamento e o auxílio de profissionais são indispensáveis para garantir à criança a melhoria de seu desenvolvimento e, consequentemente, a elevação de sua qualidade de vida.