A Família no Desenvolvimento Infantil. Com o passar do tempo, você tem percebido que, nos dias em que a família se reúne, o seu filho fica mais a vontade, realiza atividades pela primeira vez, experimenta novas sensações, enfim, aprende com mais facilidade e com mais rapidez, e se desenvolve melhor do que quando estão sozinhos?

Saiba que isso não se trata de uma simples coincidência! Quando você é presente na vida da criança, ela se sente mais acolhida e protegida, o que acaba lhe proporcionando uma sensação de segurança ao descobrir o mundo.
Continue acompanhando este artigo para saber mais sobre A Importância da Família no Desenvolvimento Infantil e quais fatores tendem a influenciar mais na vida do seu filho.

A Importância da Família no Desenvolvimento Infantil – O que de fato Significa

Em algum momento da sua vida, você já deve ter escutado que a família é a base de qualquer pessoa, não é mesmo? Mas saberia dizer o que isso significa na prática? Você tem noção da importância que uma família tem para o desenvolvimento de qualquer pessoa, principalmente, quando ela ainda é uma criança?

Os pequenos encaram os adultos como um espelho, como modelos a serem seguidos, então quando eles demonstram carinho, preocupação e interesse pelos filhos, por exemplo, eles se sentem amados e encorajados a tomarem algumas atitudes, já que, mesmo inconscientemente, eles entendem que sempre terão alguém para segurá-los, para dar colo, ensinar o que é certo ou errado diante de determinadas situações, dentre tantos outros exemplos.

A Importância da Família no Desenvolvimento Infantil – As Interações Por Parte da Mãe

É por meio de momentos em que há demonstração de amor, de carinho, de cuidado, de preocupação e de compreensão por parte da figura materna e de uma relação mais íntima entre mãe e filho que a criança se sente capaz de se relacionar com o universo em que vive.

Gestos simples são fatores essenciais para a criação dos laços emocionais do seu pequeno. Por exemplo:

  • amamentar,
  • dar atenção,
  • manter contato visual,
  • segurar as mãos,
  • trocar as fraldas,
  • ajudar a engatinhar/andar,
  • ler para ele(a).

Com isso, ele se sente amado, amparado e confiante para enfrentar os seus medos, para matar as suas curiosidades, para conhecer o mundo ao seu redor e para enfrentar qualquer obstáculo que precisar.

A Importância da Família no Desenvolvimento Infantil – O Papel do Homem

Um grupo de pesquisadores da Imperial College London, da King’s College London e da Oxford University descobriu que as crianças começam a dar indícios de que são mais bem influenciadas pela interação e na presença da família, a partir dos três anos de idade. Porém, as influências já começam a ser sentidas por elas a partir dos três meses de vida.

Quando o assunto é a presença paterna ou de uma figura masculina, que, por natureza, assumem um comportamento mais enérgico e estimulador, os pequenos se sentem encorajados a assumirem riscos e a explorarem o universo que os rodeia, o que acaba estimulando os desenvolvimentos motor e cognitivo.

E se o adulto dedicar uma hora do dia para ler para a criança durante os primeiros meses de vida dela, principalmente, se interagir com sensibilidade, com calma e com menos ansiedade, ele poderá proporcionar pontos positivos para o desenvolvimento cognitivo, para a atenção, para a resolução de problemas, para a linguagem e para as habilidades sociais, por exemplo. Da mesma forma, praticar algum tipo de atividade física com seu filho pode favorecer o seu hábito de cuidados com o próprio corpo e a saúde.

Porém esses fatores só terão um impacto maior se eles forem feitos de forma natural e por vontade própria dos adultos, isso porque as crianças são mais sensíveis e acabam sentindo quando algo é feito de maneira forçada ou quando não é de coração. Por isso, quando for doar o seu tempo para uma criança, se entregue por completo.

Referência: Unicef

Neurologista Infantil SP - Compartilhe!